TRIGLICÉRIDES

Código: UKTBDVLCC
2x de R$ 6,60
R$ 13,20
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 13,20 sem juros
    • 2x de R$ 6,60 sem juros
  • R$ 13,20 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

A medida dos triglicerídeos no sangue em geral é feita como parte de um perfil lipídico usado para avaliar o risco de doença cardíaca. Como parte do perfil lipídico, pode ser usada para monitorar pessoas com fatores de risco de doença cardíaca e aquelas que tiveram infarto do miocárdio ou que estão sendo tratadas por causa de níveis altos de triglicerídeos.

Alguns fatores de risco para doença cardíaca incluem:

  • Fumo.
  • Idade (homens com 45 anos de idade ou mais e mulheres com 55 anos de idade ou mais).
  • Hipertensão arterial (pressão arterial de 140/90 ou mais ou pessoas em tratamento com medicamentos anti-hipertensivos).
  • História familiar de doença cardíaca prematura (em parentes próximos – homens com menos de 55 anos de idade e mulheres com menos de 65 anos de idade).
  • Diabetes melito.

Em diabéticos, é importante medir os triglicerídeos como parte de exame dos lipídios porque eles aumentam quando os níveis de glicemia não estão bem controlados.

perfil lipídico, incluindo triglicerídeos, é recomendado a cada 5 anos em adultos saudáveis para avaliar o risco de doença cardíaca. O exame em geral não é pedido isolado porque o risco de doença cardíaca se baseia também nos níveis de colesterol (veja colesterol totalcolesterol HDLcolesterol LDL). Pode ser pedido com maior frequência para quem têm fatores de risco de doença cardíaca identificados ou para monitorar pessoas que têm níveis altos de triglicerídeos e estão sendo tratadas.

Os triglicerídeos e o perfil lipídico em geral não são pedidos para crianças e adolescentes sem fatores de risco. Entretanto, é recomendada uma triagem com perfil lipídico de crianças e jovens com risco aumentado de desenvolvimento de doença cardíaca na vida adulta. Alguns desses fatores de risco são semelhantes aos de adultos e incluem uma história familiar de doença cardíaca ou problemas de saúde, como diabetes, hipertensão arterial ou excesso de peso. Crianças com fatores de risco devem fazer seu primeiro perfil lipídico com 2 a 10 anos de idade, de acordo com a American Academy of Pediatrics, dos EUA. Crianças com menos de dois anos de idade são muito jovens para serem testadas.

Os triglicerídeos devem ser medidos como parte do perfil lipídico e o médico levará em consideração o resultado de cada componente do perfil.

Em adultos, os resultados de triglicerídeos são classificados como:

Nota: Esses valores se baseiam nos níveis de triglicerídeos em jejum.

Níveis altos de triglicerídeos estão associados a um aumento do risco de doença cardíaca. Níveis elevados podem ser devido a diversas causas, incluindo:

Quando os triglicerídeos estão muito altos (mais de 1.000 mg/dL) há risco de desenvolver pancreatite. O tratamento para diminuir os triglicerídeos deve ser iniciado o mais cedo possível.

A classificação dos resultados de triglicerídeos em crianças e adolescentes é diferente da de adultos. Converse com o pediatra sobre os resultados de seus filhos.

Os triglicerídeos podem ficar muito altos se a pessoa for diabética e sua glicemia estiver fora de controle.

Os triglicerídeos aumentam muito após as refeições, chegando a valores 5 a 10 vezes maiores que os de jejum algumas horas após a pessoa se alimentar. Mesmo os níveis em jejum variam bastante de um dia para o outro. Assim, variações modestas entre exames feitos em dias diferentes não são consideradas anormais.

Alguns medicamentos, como corticoesteroides, inibidores de proteases usados no tratamento de HIV, beta bloqueadores e estrogênios podem aumentar os níveis de triglicerídeos.

Há um interesse crescente na medida dos triglicerídeos em pessoas que não estão em jejum. A razão para isso é que a amostra sem jejum pode ser mais representativa dos níveis circulantes “usuais” de triglicerídeos porque, na maior parte do dia, os níveis de lipídios são pós-prandiais, e não em jejum. Entretanto, não se sabe ainda como interpretar esses resultados em termos de avaliação de risco, e permanecem as recomendações atuais de jejum antes da colheita dos exames de lipídios.

Em muitas pessoas, níveis altos de triglicerídeos são causados por distúrbios como diabetes, obesidade, doença renal ou alcoolismo. Nesses casos, o tratamento é o da causa principal. Quando a elevação dos níveis de triglicerídeos não é causada por outro distúrbio, ela em geral acompanha uma elevação do colesterol, e o tratamento tem o objetivo de diminuir os níveis de colesterol e de triglicerídeos.

O primeiro passo para diminuirs esses niveis é fazer mudanças de estilo de vida, como uma dieta saudável e aumento de atividade física. Se não forem suficientes, em geral são recomendados medicamentos para baixar os níveis de lipídios, como estatinas.

 

2x de R$ 6,60
R$ 13,20
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Há 30 anos, o Cepac Medicina Laboratorial atua em parceria com a população, oferecendo exames ágeis, seguros e de qualidade.

Pague com
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Cepac Medicina Laboraotiral - CNPJ: 22.231.047/0001-07 © Todos os direitos reservados. 2020


Para continuar, informe seu e-mail