SÓDIO

Código: 9YWBVKTDN
2x de R$ 6,60
R$ 13,20
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 13,20 sem juros
    • 2x de R$ 6,60 sem juros
  • R$ 13,20 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

O exame de sódio no sangue é usado para detectar concentrações anormais de sódio, denominadas hiponatremia (baixo sódio) e hipernatremia (sódio elevado). O médico pode solicitar o exame em conjunto com outros eletrólitos para identificar um desequilíbrio eletrolítico. Pode ser feito para determinar se a doença/estado clínico que compromete o cérebro, pulmões, fígado, coração, rins, tireoide ou glândulas adrenais esteja causando ou sendo agravada pelo excesso ou deficiência de sódio. Em pacientes com desequilíbrio eletrolítico conhecido, faz-se periodicamente o exame de sódio no sangue para monitorar se o tratamento é eficaz. Também pode ser feito para monitorar pacientes que estejam tomando medicamentos que alteram os níveis de sódio, como diuréticos.

Os níveis de sódio na urina normalmente são examinados em pacientes que apresentaram níveis alterados de sódio no sangue, para auxiliar a determinar se o desequilíbrio é devido, por exemplo, à aquisição ou perda de muito sódio. O exame de sódio urinário também é usado para observar se o indivíduo com pressão arterial sanguínea elevada está ingerindo muito sal. É muito utilizado em pessoas com exames renais alterados, para que o médico determine a causa do dano renal, o que ajuda na orientação do tratamento.

Os exames de sódio são parte de uma avaliação laboratorial de rotina na maioria dos pacientes. É um dos eletrólitos do sangue que são frequentemente solicitados como grupo. O grupo de eletrólitos sanguíneos mais comum inclui sódio, potássiocloreto e bicarbonato (CO2 total). Eles também fazem parte do perfil metabólico básico, um grupo maior de exames amplamente utilizado em um check up de rotina ou quando o indivíduo não apresenta queixas específicas de saúde. Os eletrólitos também são medidos para monitorar tratamentos que envolvem fluidos EV ou quando há possibilidade de desenvolver desidratação. O perfil de eletrólitos e o perfil metabólico básico são muito usados para monitorar o tratamento de certas doenças/estados clínicos, incluindo pressão sanguínea arterial elevadainsuficiência cardíaca e doença renal e hepática.

O exame de sódio no sangue pode ser feito quando o paciente apresenta sintomas de hiponatremia, como fraqueza, confusão e letargia, ou sintomas de hipernatremia,  como sede, diminuição do débito urinário, espasmos musculares e/ou agitação.

O exame de sódio na urina é solicitado quando o resultado do exame de sódio sanguíneo estiver alterado, para auxiliar a determinar a causa do desequilíbrio, ou monitorar o tratamento.

O baixo nível de sódio sanguíneo geralmente é causado pela perda de muito sódio, ingestão ou retenção de muita água, ou acúmulo de fluidos em excesso pelo organismo (edema). Se os níveis de sódio caírem rapidamente, o indivíduo pode sentir fraqueza e fadiga. Nos casos graves, é possível ocorrer confusão e, até mesmo, coma. Quando os níveis de sódio caem lentamente, o paciente talvez não apresente sintomas. É por esta razão que seus os níveis são avaliados com frequência.

hiponatremia raramente ocorre devido à baixa ingestão de sódio (deficiência dietética ou deficiência de sódio nos fluídos EV). A causa mais comum é a perda de sódio devido à doenças/estados clínicos como doença de Addisondiarreia, administração de diuréticos ou doença renal. Em alguns casos, pode ser resultado do consumo excessivo de água, como ocorre durante a prática de exercícios, ou acúmulo excessivo de fluidos, como acontece na insuficiência cardíacacirroses e doenças renais que causam perda de proteína (síndrome nefrótica). Em outros casos (particularmente doenças que envolvem cérebro e pulmões, muitos tipos de câncer e em resposta a alguns fármacos), o organismo produz muito hormônio antidiurético (ADH), o que provoca retenção de água em excesso no organismo.

Níveis altos de sódio no sangue quase sempre são resultado de baixa ingestão de água e desidratação. Os sintomas incluem membranas mucosas secas, sede, agitação, inquietação, atitude irracional e coma ou convulsões, se os níveis de sódio aumentarem para concentrações extremamente elevadas. Raramente, a hipernatremia pode ser devido à síndrome de Cushing ou uma doença/estado clínico causada por diminuição de ADH, denominada diabetes insipidus.

As concentrações de sódio na urina devem ser avaliadas juntamente com os níveis sanguíneos. Normalmente, o organismo excreta o sódio em excesso, de modo que a concentração na urina pode estar elevada porque também está alta no sangue, ou quando o organismo está perdendo muito sódio. Neste caso, os níveis  apresentado no sangue seriam de normal para baixo. Se estiverem baixos devido à ingestão insuficiente, então as concentrações na urina também serão baixas.

A diminuição dos níveis de sódio urinário podem indicar desidratação, insuficiência cardíaca congestiva, doença hepática ou síndrome nefrótica.

O aumento dos níveis de sódio na urina pode ser resultado do uso de diuréticos ou provocado por doença de Addison.

Os níveis de sódio geralmente são avaliados em relação a outros eletrólitos e usados para calcular uma quantidade denominada lacuna aniônica, que é útil para identificar a presença de substâncias desconhecidas, como toxinas no sangue.

Alguns fármacos como anabolizantes esteroides, corticoides, laxantes, medicamentos para tosse e contraceptivos orais podem provocar aumento nos níveis de sódio. Outros, como diuréticos, carbamazepina e antidepressivos tricíclicos podem diminuir os níveis de sódio.

O Ministério da Saúde recomenda que a ingestão diária de sódio ultrapasse 1,7 gramas ( 5 gramas de sal). Normalmente, as pessoas obtêm quantidades adequadas de sódio na alimentação diária, mas é importante não exceder essa quantidade máxima recomendada.

As fontes de sódio mais comuns são, muitas vezes, os alimentos processados, na qual ele é adicionado durante o preparo. Por exemplo: queijos, sopas, conservas e biscoitos. Além disso, geralmente também são ricos em sódio outros alimentos processados e aqueles preparados em restaurantes.

Para indivíduos sensíveis ao sódio ou que apresentam hipertensão arterial, reduzir a quantidade do que é ingerido tem efeitos muito benéficos à saúde. Mesmo que a pessoa não apresente hipertensão arterial elevada, limitar o sódio, como parte de uma dieta saudável, pode diminuir os riscos de desenvolver problemas de pressão arterial e doenças cardíacas.

O gosto pelo sal tanto é adquirido quanto pode ser revertido. Quanto menos sal se usa, a preferência por ele também diminui.

2x de R$ 6,60
R$ 13,20
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Há 30 anos, o Cepac Medicina Laboratorial atua em parceria com a população, oferecendo exames ágeis, seguros e de qualidade.

Pague com
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Cepac Medicina Laboraotiral - CNPJ: 22.231.047/0001-07 © Todos os direitos reservados. 2020


Para continuar, informe seu e-mail