CREATININA

Código: MVZPSWBWC
2x de R$ 6,60
R$ 13,20
ou R$ 11,22 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 13,20 sem juros
    • 2x de R$ 6,60 sem juros
  • R$ 11,22 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

A creatinina no sangue é usada junto com a ureia para avaliar a função renal, em avaliações de rotina ou para acompanhamento da evolução e do tratamento de doenças renais e doenças que podem comprometer os rins, como diabetes. Usa-se também antes e durante tratamentos que podem prejudicar a função renal, como alguns medicamentos e contrastes radiológicos.

Os resultados das dosagens de creatinina no sangue e na urina são utilizados para calcular a depuração da creatinina, que mede a capacidade de filtração dos rins.

Como a creatinina é produzida e excretada a uma velocidade relativamente constante, é usada como correção de muitas medidas de substâncias na urina, que, em vez de serem expressas em quantidade por volume, são expressas em quantidade em relação à creatinina urinária. Exemplos: medidas na urina de proteínas ou de hormônios.

A medida da creatinina no sangue também é empregada para cálculo da taxa de filtração glomerular estimada, outra medida da função renal.

A creatinina pode ser pedida junto com outros exames em avaliações de rotina, ou quando há suspeita de disfunção renal. Alguns sinais e sintomas de disfunção renal:

  • Fadiga, incapacidade de concentração, perda do apetite e dificuldade de dormir.
  • Inchação (edema) em torno dos olhos, na face, no tronco e nas pernas.
  • Urina espumosa, com sangue ou cor de café.
  • Volume urinário pequeno.
  • Problemas urinários, como queimação, secreção anormal ou alteração de frequência urinária.
  • Dor nas costas sobre a localização dos rins.
  • Hipertensão arterial.

A creatinina é pedida também, junto com a ureia, para acompanhar a evolução e o tratamento de doenças renais ou doenças que podem afetar a função renal. É utilizada também antes e durante tratamentos que podem afetar a função renal, e antes e depois de hemodiálise, para verificar sua eficácia.

Aumento dos níveis de creatinina indica problemas que afetam a função renal, como:

  • Lesão dos vasos sanguíneos dos rins (glomerulorefrite) causada, por exemplo, por infecções ou processos autoimunes.
  • Infecções renais (pielonefrite).
  • Destruição de túbulos renais (necrose tubular aguda) causada, por exemplo, por substâncias tóxicas.
  • Obstrução do trato urinário por cálculos ou outros problemas.
  • Redução do fluxo de sangue para os rins, causada por choque, desidrataçãoinsuficiência cardíaca congestiva ou aterosclerose.

Níveis sanguíneos altos de creatinina podem ser observados temporariamente após lesões musculares.

Níveis baixos de creatinina são incomuns e não representam motivo de preocupação. Podem ser observados quando há diminuição da massa muscular.

Os níveis de creatinina na urina de 24 horas são avaliados junto com os níveis sanguíneos para o cálculo da depuração da creatinina.

Níveis de creatinina em amostras aleatórias de urina não têm faixas de referência. São usados como referência para medidas de outras substâncias na urina, como proteínas e hormônios.

Antibióticos aminoglicosídeos, como vancomicina e gentamicina, podem causar lesão renal com aumento da creatinina. Cefalosporinas podem aumentar os resultados da medida de creatinina sem que exista lesão renal.

Exercícios moderados não afetam o nível de creatinina. Exercícios prolongados que aumentam a massa muscular elevam um pouco o nível de creatinina, mas não até níveis anormais.

2x de R$ 6,60
R$ 13,20
ou R$ 11,22 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Há 30 anos, o Cepac Medicina Laboratorial atua em parceria com a população, oferecendo exames ágeis, seguros e de qualidade.

Pague com
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Cepac Medicina Laboraotiral - CNPJ: 22.231.047/0001-07 © Todos os direitos reservados. 2020